Vídeo: Homem recusa o uso da máscara em sorveteria e ataca atendente.

Toda essa revolta foi gravada, o homem surtou quando a atendente faz o pedido, xingou, humilhou e diz que ela estava com “medo” de revidar, faz graves ameaças e depois vira as costas e vai embora como se não tivesse feito nada, e com a certeza que não ia acontecer nada.

Empresário recusa o uso da máscara dentro da sorveteria, no estado de Campinas, a atendente dizendo que não teria como trabalhar para atende-lo se ele não pusesse a mascara corretamente, isso fez com que ele se revoltasse e surtasse, e ataca verbalmente a atendente que só estava fazendo o seu trabalho, ele também quebrou vários objetos dentro do estabelecimento.

Advogado: Trabalhista, Cível, imobiliário e Família – 11 99396-7585

A Mulher que estava atendendo se chama Pollyanna Reis e ela é a proprietária da sorveteria, mas estava fazendo o atendimento da sorveteria sozinha, ela relata que o homem chegou com a máscara em baixo do queixo e não aceitou colocar a máscara corretamente, sendo que toda parte do buffet de sorvete fica exposto e ela pensou mais na saúde dos outros clientes, que estariam ali no local depois.

Toda essa revolta foi gravada, o homem surtou quando a atendente faz o pedido, xingou, humilhou e diz que ela estava com “medo” de revidar, faz graves ameaças e depois vira as costas e vai embora como se não tivesse feito nada, e com a certeza que não ia acontecer nada.

Cenas iguais essas tem sido cada vez mais frequentes, durante a quarentena, onde as pessoas com a classe social um pouco mais alta do normal, acham que estão no direito de humilhar pessoas trabalhadoras, este vídeo parece com o mesmo caso do rapaz que foi humilhado trabalhando de entrega no Ifood.

A proprietária da loja fez uma entrevista depois do ocorrido e diz estar muito chateada emocionalmente. Vale lembrar também que Campinas tem um decreto que a pessoa é obrigada a usar máscaras em locais comerciais, e caso ocorra que o cliente negue o uso da mascara, poderá ser multado de acordo com o decreto. O que causaria um problema para a proprietária da loja de sorvete.

O cliente e empresário Rodrigo, relatou a sua versão na historia para a imprensa e falou que só agiu desta maneira porque a mulher teria o agredido fisicamente com empurrões, tapas e socos na barriga, e ao sair do estabelecimento estava indo fazer um boletim de ocorrência contra o estabelecimento e a empresaria.

E sobre o uso da máscara, ele relata que não havia algum distanciamento social no lugar, e que a sua máscara estava certa, só não estava sobre o nariz.

Compartilhe em suas redes sociais!

Advogado Imobiliário (documentação imobiliária, reintegração de posse, usucapião, retificação de área e de registro e interditos proibitórios). 1199396-7585

↑↑↑ O que você achou disso? Deixe seu comentário. ↑↑↑

Compartilhe
Comentários
Loading...