Cida, ex-BBB, revela como perdeu fortuna: ‘golpe e ajuda a parentes’

Após se tornar nacionalmente famosa por ganhar o prêmio de R$ 500 mil no Big Brother Brasil 4 a campeã, Cida, está enfrentando uma realidade de muita angústia  e sofrimento. Em uma entrevista exibida no programa Domingo Show neste domingo (01/12)  a ex-babá – que passou anos sem falar com a imprensa e se recusava a comentar sobre sua situação financeira – decidiu abrir o jogo para o jornalista Geraldo Luís.

Advogado: Trabalhista, Cível, imobiliário e Família – 11 99396-7585

A ex-sister admitiu que não possui mais nenhum centavo do prêmio em sua conta bancária. Ela afirma ter usado boa parte da bolada na compra de uma casa com piscina em Mangaratiba (RJ), além de ter ajudado vários amigos e parentes financeiramente. Mas, foi um golpe de uma ex-assessora que fez com que a ex-BBB dissesse adeus ao resto prêmio do reality.

Cida afirma que uma antiga assessora pediu para que ela se tornasse fiadora de uma casa no Recreio, um dos bairros mais nobres do Rio de Janeiro. A afiançada acabou não pagando o aluguel da casa e Cida foi acionada judicial mente pela proprietária. Após um acordo com a dona da casa, ela pagou as dispensas referentes a uma reforma no imóvel em troca de ter o nome retirado do processo. Mas o acordo não foi cumprido.

“Me colocaram na Justiça, negociei com a dona da casa. Gastei um dinheirão na reforma da casa. Gastei o dinheiro todo que tinha e ela não tirou. Fiz a reforma e ela agiu de má-fé”, revelou. Após ter usado seus últimos recursos para arcar com as custas advocatícias do processo, a ex-BBB viu sua casa em Mangaratiba ir a leilão e acabou por perder o imóvel.

Atualmente ela, os dois filhos e o marido vivem unem uma quitinete de dois cômodos e sobrevivem com o salário de R$ 1500 que seu companheiro recebe trabalhando como motoboy. Para complementar a renda, Cida vende bolos de pote. Todos os membros da família dormem no mesmo quarto e a maioria dos móveis da casa foram doados pela amiga e ex-BBB Solange.

Abalada, ela revelou a angústia de ter perdido a tão sonhada casa própria: “Fiquei uma ano sem passar lá, agora já consigo passar na rua. Só a sala era maior que esses dois cômodos”, finalizou.

Compartilhe em suas redes sociais!

Advogado Imobiliário (documentação imobiliária, reintegração de posse, usucapião, retificação de área e de registro e interditos proibitórios). 1199396-7585

↑↑↑ O que você achou disso? Deixe seu comentário. ↑↑↑

Compartilhe
Comentários
Loading...